Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 26 a 35 anos
MSN - blogdofelipe@hotmail.com


.: Arquivos :.

- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 01/02/2009 a 07/02/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 04/01/2009 a 10/01/2009
- 28/12/2008 a 03/01/2009
- 07/12/2008 a 13/12/2008
- 02/11/2008 a 08/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 12/10/2008 a 18/10/2008
- 05/10/2008 a 11/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 14/09/2008 a 20/09/2008
- 07/09/2008 a 13/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 24/08/2008 a 30/08/2008
- 17/08/2008 a 23/08/2008
- 10/08/2008 a 16/08/2008
- 03/08/2008 a 09/08/2008
- 27/07/2008 a 02/08/2008
- 20/07/2008 a 26/07/2008
- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 08/06/2008 a 14/06/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 18/05/2008 a 24/05/2008
- 11/05/2008 a 17/05/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 27/04/2008 a 03/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 13/04/2008 a 19/04/2008
- 06/04/2008 a 12/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 23/03/2008 a 29/03/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 09/03/2008 a 15/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 10/02/2008 a 16/02/2008



.: Outros sites :.

- Box do Bi
- Man in the box
- Mesa pra três
- O homem moderno
- Simples Retalhos
- Metendo o Betelho
- Casa dos Trinta
- Blog do Renan
- Blog da poetinha
- Blog do Flavitcho
- casa dois


.: Votação :.

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


.: Visitantes :.

.: Créditos :.

Dream Melody Layouts
template by cecis




3 X4

 

Eu hoje joguei tanta coisa fora, vi o meu passado passar por mim...cartas e fotografias, gente que foi embora....a casa fica bem melhor assim...”

 

Quando Herbert Vianna lançou essa música, eu muito mais novo que hoje, não me dava conta da exatidão do que ela dizia, mas ontem ao fazer exatamente isso percebi que de fato algumas coisas nos tiram um peso enorme.

 

Adoro fotos, mas não gosto de me ver em fotos do passado. Salvo as de criança e de quando bebê, as  demais gosto na hora e depois prefiro não ver mais. Tenho algumas prediletas enfeitando a casa, mas o resto fica guardado.

 

Não sou saudosista de olhar e querer voltar a viver aquilo que está na foto, mas gosto de saber que aquilo foi vivido e que outros grandes momentos meus não foram fotografados, mas estão guardados comigo para sempre. Já me basta.

 

Joguei fora essa semana uma foto que eu tinha na carteira junto com alguém que eu gostei muito, mas que nossas escolhas nos levaram para bem longe um do outro, embora ainda sejamos próximos fisicamente.

 

Me  senti aliviado. Parecia que faltava só isso para dar um ponto final na história. Agora não falta mais.

 

Nem sei se tenho a original da foto salva em algum arquivo, mas se tiver, dificilmente vou procurar para ver.

 

Aprendi na marra que se desprender das coisas é mais difícil do que eu imaginava, seja de um vinil antigo, de uma foto, de revistas velhas, parece que você fica preso a tudo isso e, quando resolve jogar fora literalmente, você fica mais leve.

 

Já que hoje em dia tudo pode ser guardado num minúsculo pen drive, para que transformar minha casa num museu? Prefiro assim: clean, calmo, sereno?!??! (será),  e com espaço. Igual ao coração, sempre pronto para caber mais um.

 

 



- Enviado por: felipe às 15h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




CÃO SEM DONO

 

Ando meio cão sem dono. Meio sem eira nem beira como diria minha avó. Mas a verdade é que ando vendo as coisas de uma maneira diferente. Idade, diriam os mais velhos. Fase, diriam os amigos. Eu digo vontade de mudar.

 

Tenho andado por várias tribos, conversado e saído com amigos e colegas de diferentes nichos. Os amigos de sempre, os casais héteros, os amigos de longe, os amigos do escritório,  os amigos do mestrado e por aí vai.

 

E nessa via crucis tenho percebido que ainda não encontrei meu habitat natural,  aquele que posso dizer certamente que é a  minha cara. Entre a ferveção dos amigos gays e as brigas constantes dos casais héteros, to preferindo o primeiro. Mas tem um charme em poder ficar de bico com a namorada em público e quase no final da noite dar um beijo bem gostoso para selar a paz.

 

Com a turma do mestrado o assunto é sério e por que não, chato. Lei, reforma ministerial, trabalhista, concurso público e falar mal dos módulos do curso. Nunca muda, sempre a mesma coisa. Será que ninguém ouve música, vai ao cinema ou trepa???

 

Assim,  perambulando entre todos os grupos tenho percebido cada dia mais que há algo mim que precisa mudar. Ainda não sei o que, mas sei que estou no caminho para descobrir. Talvez me adaptar, talvez me afastar ou quem sabe me reinventar.

 

Enquanto isso,  vou balançando meu rabinho por onde passo, feito um cão vira-lata sem vergonha, a espera de uma passadinha de mão ou quem sabe de uma adoção.......

 



- Enviado por: felipe às 08h51
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________